Campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite é prorrogada no Rio de Janeiro

0

O Estado do Rio de Janeiro, obteve a menor cobertura de crianças vacinadas contra o sarampo e a poliomielite do Brasil. Devido a esse resultado, a campanha de vacinação foi prorrogada até dia quinze de setembro.

Abaixo do esperado

A campanha original, começou no dia seis de agosto desse ano, e termina hoje. Mas, o Ministério da Saúde anunciou nesta última quinta-feira (30), que mais onze Estados no país estão com baixos índices de vacinação.

Além do Rio de Janeiro, também não cumpriram as metas vacinais: Roraima, Distrito Federal, Pará, Amazonas, Acre, Bahia, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Piauí e São Paulo.

Apenas 55,5% do público-alvo (crianças entre um a quatro anos de idade) do Rio de Janeiro foi vacinado contra o sarampo, e 54,6% contra a poliomielite, segundo a Secretaria Estadual de Saúde do estado.

A meta é imunizar 812 mil crianças no Rio de Janeiro, equivalendo a noventa e cinco por cento do público-alvo, independente se já foram vacinados ou não no passado.

O Calendário de Vacinação do Ministério da Saúde, ressalta que a imunização contra a poliomielite ocorra até o primeiro ano de vida da criança, com a VIP – Vacina Inativada Poliomielite.

As demais que já se vacinaram anteriormente, receberão a VOP – Vacina Oral Poliomielite, de gotinhas. Só não será necessário aplicar outra dose de vacina contra o sarampo e a pólio, quem já se imunizou em um período de trinta dias apenas.

A Secretaria Estadual do Rio de Janeiro, reforça ainda que crianças com sistema imunológico fraco ou debilitado de qualquer maneira, devem ser avaliadas previamente pelo médico pediatra, antes de tomarem as vacinas.

Foram confirmados no Estado dezoito casos de sarampo, sendo quinze deles na capital, dois em Duque de Caxias e um em Niterói.

Sintomas parecidos

Muitas vezes o sarampo é confundido com a catapora, pois ambos aparecerem bolinhas vermelhas pelo corpo. Mas a catapora, também conhecida como Varicela, manifesta-se de forma branda, podendo se complicar em pneumonia, problemas nos rins e outros.

Principalmente na Síndrome de Reye, que é uma degeneração do fígado, infeccionando o sistema nervoso quando o uso do ácido acetil salicílico ou a aspirina é administrado.

Os sintomas da varicela, são dor de cabeça e na barriga, cansaço, perda de apetite, bolhas vermelhas no corpo, na mucosa e na cabeça, que podem coçar muito.

Já o sarampo, ocorre mais em recém-nascidos, podendo apresentar os sintomas de febre, conjuntivite, tosse, coriza, manchas vermelhas pelo corpo todo da cabeça aos pés, podendo se complicar em pneumonia, lesões cerebrais e infecção nos ouvidos.

Ambas são doenças contagiosas, mas que possuem vacinas para aplacá-las. O contágio da catapora se dá quando as bolhas vermelhas pelo corpo estouram, no ato de coçá-las.

E a forma de contaminação do sarampo, é devido a qualquer partícula de saliva, espirro, tosse e objetos que a pessoa contaminada tocou, fazendo com que essa seja a doença mais grave, e mais contagiosa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.