Haddad lamenta que TSE não tenha permitido busca nas empresas acusadas de financiar fake news

0

O candidato à presidência da República, Fernando Haddad, usou o seu perfil do Twitter neste sábado, 20, para lamentar que a Justiça Eleitoral não tenha permitido a busca e apreensão nas empresas envolvidas no financiamento de compra e distribuição de mensagens contra o PT e ele no Whatsapp.

“Precisamos denunciar a armação do whatsapp do Bolsonaro. Lamento que a Justiça Eleitoral não tenha permitido busca e apreensão nas empresas envolvidas, isso poderia desbaratinar todo o esquema”, disse Haddad.

De acordo com o candidato petista, o aplicativo já excluiu cerca de 100 mil contas ligadas ao presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro. “O WhatsApp já baniu 100 mil contas ligadas a Bolsonaro que espalhavam mentiras contra mim e contra minha família. Essa quadrilha precisa ser desbaratada porque pode influenciar outras eleições. Esse esquema já elegeu parlamentares e pode eleger governadores também.”

O esquema de compra e distribuição de mensagens falsas por empresas que apoiam a candidatura de Bolsonaro foi divulgado na quinta-feira, 18, em reportagem do jornal Folha de S. Paulo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.