Frente Parlamentar evangélica lança cartilha para a próxima legislatura

Frente Parlamentar Evangélica lança um Manifesto à Nação intitulado “O Brasil para os Brasileiros”, no Salão Verde da Câmara dos Deputados.
0

A Frente Parlamentar evangélica, associação composta por senadores e deputados federais de vários partidos, lançou ontem, 24, o manifesto “O Brasil para os Brasileiros”, a cartilha contém uma série de princípios que devem nortear o relacionamento do colegiado com o próximo presidente da República.

Com cerca de 60 páginas o documento faz uma análise do cenário atual do Brasil e apresenta diversas propostas com base em quatro eixos de ação: modernização do Estado, segurança jurídica, segurança fiscal e revolução na educação.

Na ocasião, o líder da Frente Parlamentar evangélica, deputado Takayama do PSC do Paraná, disse que uma das propostas do manifesto é o enxugamento da máquina pública, onde o número de ministérios cairia de 29 para 15, com a redução de 10 mil cargos, que segundo ele, geraria uma economia para o país de cerca de R$ 1 bilhão.

Outra medida sugerida é a intensificação do teletrabalho para os servidores que não atendam diretamente o público. Conforme a frente, isto causaria a redução de custos de deslocamento, de manutenção e aumento de produtividade.

Já no campo da educação, Takayama (PSC) defendeu a aprovação do projeto Escola sem Partido, e afirmou que o Estado não deve interferir em assuntos que pertencem à família.

“O povo diz que o governo é laico. Pode ser e deve ser laico. Mas tem de saber que o Brasil tem um perfil cristão, 86,8% dos brasileiros são cristãos. Nós não queremos uma ditadura dessa maioria. Mas jamais vamos aceitar uma ditadura de uma minoria que quer azucrinar”, enfatizou o coordenador da frente evangélica.

A Frente Parlamentar Evangélica é composta atualmente por 180 parlamentares, e no segundo turno das eleições presidenciais oficializou apoio ao candidato Jair Bolsonaro (PSL).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.