Polícia Federal indicia ex-governador de Goiás por corrupção e lavagem de dinheiro

0

O Ex-governador de Goiás, Marconi Perilo (PSDB), foi indiciado pela Polícia Federal por corrupção, associação criminosa, e lavagem de dinheiro. Perillo é alvo da Operação Cash Delivery, que investiga repasses da Odebrecht para as suas campanhas eleitorais de 2010 e 2014. O valor estimado dos repasses é de R$ 10 milhões de reais.

Perrilo, já havia sido preso na quarta-feira (10), enquanto prestava depoimento para a Polícia Federal, mas foi solto nesta quinta-feira (11). O ex-governador foi beneficiado por um habeas corpus que permitiu a sua liberação. A liminar foi expedida pelo desembargador Olindo Menezes, da 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

Agora, depois do indiciamento de Marconi pela Polícia Federal, será de responsabilidade do Ministério Público do Goiás decidir se vai ou não denunciar o mesmo à Justiça Federal.

Marconi Perillo (PSDB) concorreu nestas eleições ao cargo de senador pelo estado de Goiás, mas não consegui se eleger, ficando apenas em quinto lugar. Ele havia renunciado ao cargo de governador para concorrer nas eleições.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.