São Paulo terá reforços contra o Santos

Everton, Reinaldo, Arboleda e Luan voltam a ser opções; Bruno Peres segue como dúvida

Foto: Gabriel Duarte
0

Em busca de recuperar a liderança do Campeonato Brasileiro, o São Paulo terá retornos importantes para seu próximo compromisso na competição, diante do Santos, na Vila Belmiro, domingo, às 16h, pela 25ª rodada. O treinador Diego Aguirre vai poder contar com o lateral-esquerdo Reinaldo, que volta de suspensão, com o meia Everton, (lesionado, em recuperação de um estiramento na coxa esquerda) desde a vitória contra o Ceará, quatro jogos atrás, no dia 26 de agosto, com o zagueiro Arboleda e o volante Luan, que estavam com as seleções de Equador e Brasil sub-20, respectivamente.

A volta do jogador ex-Flamengo é muito comemorada pelos lados do Morumbi, por se tratar de um dos principais atletas do elenco em termos de liderança técnica. Desde que ele ficou de fora das partidas, o Tricolor venceu o Bahia (1 a 0), empatou contra o Fluminense (1 a 1) e perdeu para o Atlético-MG (1 a 0). A previsão de recuperação de Everton era de três semanas, coincidentemente no dia exato do jogo diante do Peixe. Mas, nos bastidores dão como certa a volta do meia.

Por outro lado, o São Paulo ainda espera pela recuperação do lateral-direito Bruno Peres (recupera-se de um estiramento no adutor direito, sofrido na partida contra o Fluminense, dia 2 de setembro). Aguirre já não poderá contar com o reserva imediato da posição, Régis, que terá que cumprir suspensão. Caso Bruno Peres não se recupere, Hudson pode atuar improvisado no setor, ou até mesmo Araruna pode entrar no time, mas este ainda se recupera de uma tendinite no calcâneo esquerdo e poderia não estar em suas melhores condições, mesmo apto a jogar.

– Tenho esperança de que possam voltar tanto Bruno Peres quanto Everton. Não é uma certeza ainda, mas  até quarta-feira, vamos ter uma posição certa, declarou o treinador.

Um provável São Paulo para o San-São: Sidão, Bruno Peres (Hudson), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei e Hudson (Liziero); Rojas, Nene e Everton; Diego Souza.

O time é o segundo na tabela de classificação do Brasileiro, com 49 pontos. Mesmo número de pontos do líder Internacional, mas o Colorado leva a melhor no saldo de gols: 18 a 17. Para voltar à ponta, o Tricolor precisa vencer e torcer para os gaúchos não derrotarem a Chapecoense na próxima segunda-feira, em Chapecó.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.