Airbus chinês força pouso após parte do corpo de co-piloto ser sugada

Incidente ocorreu a cerca de 10 mil metros de altitude

0

Um avião Airbus A 319 chinês, que transportava passageiros, forçou um pouso de emergência após o para-brisa da aeronave explodir. O incidente ocorreu a cerca de 10 mil metros de altitude, sugando metade do corpo do co-piloto para fora avião.

No momento do incidente, o Airbus estava em uma rota de Chongqing, no Sudoeste da China, para Lhasa, no Tibet. Os passageiros estavam tomando café da manhã quando o avião mergulou, de repente, para 7,3 mil metros. Todos entraram em pânico no avião.

As máscaras de oxigênio caíram e a tripulação sentiu alguns segundos de queda livre antes de a aeronave estabilizar novamente.

O capitão Liu Chuanjian afirmou estava voando em altitude de cruzeiro quando um som ensurdecedor invadiu o cockpit. Ele disse ao Diário Econômico de Chengdu que não houve aviso.

De acordo com o capitão, o para-brisa quebrou e causou um estrondo e, nesse momento, acrescenta, ele percebeu que metade do corpo do co-piloto havia sido sugado para fora do Airbus. O co-piloto estava usando cinto de segurança e foi puxado de volta para o cockpit.

A pressão e a temperatura caíram e os equipamentos falharam. O capitão disse, ainda, que não conseguia ouvir o rádio. Segundo ele, o Airbus chacoalhava impedindo a leitura dos medidores.

A administração da aviação civil da China informou que o co-piloto teve um pulso torcido e sofreu cortes no pescoço. Outro integrante da tripulação teve uma pequena lesão na barriga após o Airbus despencar bruscamente.

A postura do piloto tem sido bastante elogiada nas redes sociais por ele ter conseguido pousar o avião com segurança, o que, na avaliação de especialistas da aviação civil, mostra pleno domínio do Airbus em situações de risco inesperadas.

Repercussão
O caso ganhou bastante repercussão. A hashtag #ChinaHeroPilot chegou a ter 160 milhões de visualizações e 17,8 milhões de comentários no microblog chinês Sina Weibo. Já a hashtag #SichuanAirlinesWindscreenGlassCracked teve 68 milhões de visualizações e 49 mil comentários.

Um dos usuários questionaram o motivo do incidente e cobrou, em seu comentário, investigação do caso e punição dos responsáveis. Segundo ele, essa punição deve ser vista como exemplo para que nada mais de irreversível ocorra nas alturas durante um voo.

Outros internautas torceram para que novos imprevistos como esse não sejam registrados futuramente, já que, conforme acreditam, esses casos aumentam a insegurança durantes os voos e pode amedrontar todas as pessoas que necessitam de transporte por meio de aeronaves.

Familiares dos passageiros aguardaram eles aflitos no aeroporto, mas logo se acalmaram ao ver que a situação estava sob controle. Todos, no entanto, desembarcaram em estado de muito choque.

Outro acidente
O acidente ocorreu apenas dois meses depois de uma mulher morrer durante um voo. Ela foi parcialmente sugada pela janela de um avião comercial dos EUA. Esse acidente ocorreu após o motor do avião explodir no ar.

De acordo com pesquisadores e especialistas da aviação civil, as rachaduras nos para-brisas dos aviões são consideradas razoavelmente comun

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.