Tite diz que Arábia Saudita não será um adversário fácil

Treinador e seu auxiliar Cleber Xavier fizeram elogios ao rival desta sexta-feira

Foto: divulgação
0

Brasil e Arábia Saudita disputam uma partida amistosa nesta sexta-feira, em Riade, capital do país árabe, às 15h. Para o treinador da seleção, Tite, a sua equipe vai encontrar dificuldades em um duelo que está longe de ser considerado fácil.

– A Arábia Saudita é uma equipe móvel, de qualidade de passe, não é uma equipe estática, pragmática, isso gera um grau de dificuldade maior. Ela rompe linhas, ataca espaço, não é uma equipe pesada. É uma característica diferente, à qual teremos de nos adaptar. Ela me dá oportunidades de conhecer atletas diferentes, com estruturas táticas às vezes diferentes – disse o comandante.

Para a partida, Tite deve dar chances a muitos dos convocados, principalmente aos novatos. O auxiliar Cleber Xavier seguiu a mesma linha de raciocínio do técnico ao comentar dos rivais.

– A Arábia tem um treinador com um grande trabalho no Chile (Juan Antonio Pizzi), a equipe joga no 4-1-4-1 bem definido, tem transições rápidas, joga futebol, procura ter jogo apoiado e apostar na qualidade dos atletas. Principalmente jogadores de meio e de frente. Primeiro volante tem jogo qualificado, é uma equipe que fez amistosos interessantes contra Itália e Alemanha. Temos o maior respeito pela equipe da Arábia Saudita, o treinamento foi em cima da estratégia do adversário para podermos produzir e vencer – comentou.

O duelo Juan Antonio Pizzi x Tite já aconteceu em uma outra oportunidade. Foi em duelo válido pelas eliminatórias para a Copa do Mundo. Brasil versus Chile, com vitória brasileira por 3 a 0, resultado que tirou qualquer possibilidade dos chilenos de irem para a Copa do Mundo da Rússia.

O Brasil já tem escalação definida para começar o duelo desta sexta-feira: Ederson, Fabinho, Marquinhos, Pablo e Alex Sandro; Casemiro; Fred, Renato Augusto, Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

Reservas: Alisson, Phelipe, Danilo, Militão, Miranda, Filipe Luís, Walace, Arthur, Malcom, Lucas Moura, Richarlison e Firmino.

Depois da Arábia Saudita, o Brasil vai enfrentar a Argentina, dia 15 (terça-feira), em Jedá.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.