Jornais europeus destacam chapéu do Milan no PSG por Lucas Paquetá

Jogador do Flamengo vestirá a camisa dos italianos em 2019

Foto: divulgação
0

O PSG mostrava interesse na contratação de Lucas Paquetá, tanto que parecia ser o favorito na disputa pelo jogador. Mas, na madrugada da última terça-feira, o Milan surgiu na parada e conseguiu fechar com o jovem jogador do Flamengo. Teria sido, portanto, um chapéu dos italianos? O assunto rodou jornais europeus nesta quarta-feira.

O canal francês “Eurosport” estampou a seguinte manchete: “Leonardo joga sujo com o PSG”, ao comentar sobre o atual dirigente de futebol do Milan, que inclusive teve passagens pelo time de Paris, entre 2011 e 2013. Ele, aliás, foi determinante nas conversas para que o negócio com o seu atual clube fosse fechado.

Eurosport: "jogo sujo" de Leonardo — Foto: Reprodução/Eurosport

 

O italiano “Gazzetta dello Sport” tratou o negócio como: “Milan, oferta por Paquetá: queimou o PSG. Do Brasil, acordo por 35 milhões (de euros). O Flamengo receberá 70% deste valor – 105 milhões de reais – que é o equivalente ao que lhe pertence sobre os direitos econômicos do jogador. Seu contrato com os italianos será de cinco temporadas.

A negociação:

Na madrugada (horário de Brasília) foi anunciada a compra do jogador pelo clube italiano por 35 milhões de reais (cerca de R$ 151 milhões) + bônus por metas atingidas (este valor não foi revelado). A informação foi dada primeiramente pelo Canal Rafla Mengo e confirmada pelo Globoesporte.com. Será a segunda maior venda do Rubro-Negro, atrás apenas de Vinícius Júnior, que foi para o Real Madrid por 45 milhões de euros (cerca de R$ 165 milhões), e a sexta do futebol brasileiro.

O valor do negócio é inferior à sua cláusula de rescisão, que é de R$ 50 milhões de euros. Além dos dois clubes já citados, o Barcelona foi outro a manifestar interesse no jogador na janela de transferências de verão. Pelo Flamengo, Lucas Paquetá fez sua estreia nos profissionais no começo de 2016, depois de ser um dos destaque na Copa São Paulo, ano em que a equipe foi campeã da competição. Soma 88 jogos e 17 gols pela equipe carioca – tem no máximo mais 10 partidas (as restantes do Campeonato Brasileiro) para atuar pelo time.

Top-10 das vendas mais caras do futebol brasileiro

1 – Neymar (do Santos para o Barcelona por 86 milhões de euros)

2 – Vinicius Júnior (do Flamengo para o Real Madrid por 45 milhões de euros)

2 – Rodrygo (do Santos para o Real Madrid por 45 milhões de euros)

4 – Lucas Moura (do São Paulo para o PSG por 43 milhões de euros)

5 – Arthur (do Grêmio para o Barcelona por 40 milhões de euros)

6 – Lucas Paquetá (do Flamengo para o Milan por 35 milhões de euros)

7 – Gabriel Jesus (do Palmeiras para o Manchester City por 32,75 milhões de euros)

8 – Oscar (do Internacional para o Chelsea por 31,9 milhões de euros)

9 – Denílson (do São Paulo para o Betis por 31,5 milhões de euros)

10 – Gabriel Barbosa (do Santos para a Inter de Milão por 29,5 milhões de euros)

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.