Cruzeiro teve feito inédito na final da Copa do Brasil

Time mineiro é o primeiro time a ter os 11 iniciais com 30 anos ou mais

Foto: Vinnicius Silva / Cruzeiro
0

O Cruzeiro venceu o jogo de ida da final da Copa do Brasil diante do Corinthians, no Mineirão, por 1 a 0, gol de Thiago Neves. Além de fazer o dever de casa, o time conseguiu um feito inédito nas decisões da competição: pela primeira vez uma equipe contou com todos os 11 titulares com idade de 30 anos ou mais.

A equipe que iniciou o duelo teve: Fàbio (38 anos); Edílson (32), Léo (30), Dedé (30) e Egídio (32); Henrique (33) e Ariel Cabral (31); Robinho (30), Thiago Neves (33) e Rafinha (35); Barcos (34).

O triunfo contra o Timão foi o primeiro da Raposa em casa na atual Copa do Brasil, depois de dois empates e uma derrota.

Cruzeiro como mandante na Copa do Brasil
Cruzeiro 1×1 Atlético-PR
Cruzeiro 1×2 Santos
Cruzeiro 1×1 Palmeiras
Cruzeiro 1×0 Corinthians

Cruzeiro contra paulistas em finais
O rival da Raposa é o único que ela ainda não conseguiu derrotar em uma final. Ambos já se enfrentaram em um decisão, no Campeonato Brasileiro de 1998, com o Timão levando a melhor.

Contra os demais rivais, o Cruzeiro venceu duas vezes o São Paulo, uma vez o Palmeiras e uma vez o Santos em finalíssimas. Aliás, contra o Corinthians, será a primeira vez no ano de 2018 em que o time mineiro irá decidir fora de casa. Nas outras oito vezes em duelos eliminatórios, a equipe teve o Mineirão como aliado no jogo de volta. Destas, apenas contra o Boca Juniors o clube não conseguiu avançar, em mata-mata válido pela Copa Libertadores, quartas de final.

Em 15 partidas eliminatórias na atual temporada, o Cruzeiro soma oito vitórias, três empates e quatro derrotas. Curiosamente, a Raposa fez o resultado como visitante, tendo apenas desempenho razoável atuando como mandante – três triunfos, três igualdades e dois reveses.

Final na Arena Corinthians
Mineiros e paulistas se enfrentam na próxima quarta-feira, às 21h45. O time celeste pode se tornar a primeira equipe a vencer a Copa do Brasil por dois anos seguidos. Apenas uma vez, desde então, o atual campeão conseguiu alcançar a final no ano seguinte: o Grêmio, campeão em 1994 diante do Ceará, encarou o Corinthians em 1995 na decisão e foi derrotado. O Cruzeiro busca o sexto título para se tornar o maior campeão da competição. O Timão tenta o quarto caneco. Vale lembrar que o gol fora de casa não vale mais como critério de desempate. Qualquer vitória dos paulistas leva a decisão para as penalidades.

O duelo pela ida da decisão no Mineirão foi o 11º entre as equipes pela Copa do Brasil. Até então, são cinco vitórias do Corinthians, quatro do Cruzeiro e dois empates.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.