Corinthians: dois jogos com Jair e nenhum chute no gol

Foram oito finalizações, quatro em cada duelo, e nenhum tiro no alvo

Foto: Jorge R Jorge/BP Filmes
0

Quando Jair Ventura foi apresentado ao Corinthians, muitas pessoas lembraram de sua passagem pelo Botafogo. Pelo time carioca, o treinador conseguiu sucesso em um time tecnicamente limitado. Chegou às quartas da Libertadores (eliminado pelo Grêmio) e alcançou às semifinais da Copa do Brasil (caiu para o Flamengo), ambas em 2017. O Fogão tinha como característica ser uma equipe defensiva, reativa, que buscava contra-ataques para vencer seus compromissos.

No Corinthians, Jair Ventura vem fazendo a mesma coisa. Com um elenco escasso, deixou claro que a defesa seria a primeira coisa que iria arrumar na equipe para, posteriormente, resolver os problemas ofensivos. No último jogo escalou a equipe com três volantes – Ralf, Gabriel e Douglas, com este tendo mais liberdade para atacar pelo lado esquerdo, auxiliando Jadson à frente do meio-campo. Em termos, deu certo, pois o time não sofreu gol contra o Flamengo no duelo de ida pelas semifinais da Copa do Brasil.

– Tenho pouco tempo de casa, gosto de trabalhar de trás para frente, vamos arrumar nossa defesa e gradativamente trabalhar os outros terços para a gente criar mais. Não estamos satisfeitos com o que criamos hoje, mas não tiramos o mérito de um grupo que lutou, que taticamente fez um jogo perfeito, disse o treinador na entrevista coletiva depois do confronto.

Além do duelo contra o Rubro-Negro, o comandante também dirigiu o Timão contra o Palmeiras (derrota por 1 a 0). E em ambos, a equipe não conseguiu acertar um chute sequer no gol. Agora, pensando no restante do Campeonato Brasileiro e no confronto de volta das semifinais contra os cariocas pela Copa do Brasil, é preciso evolução no ataque. Ao menos criar mais perigos aos adversários.

Nas duas partidas, o Corinthians finalizou oito vezes no total, quatro em cada uma. No Nacional, é o terceiro pior em número de chutes ao gol (82 em 24 jogos, com média de 3,4 por jogo, com 25 tentos marcados.

A próxima chance para mudar isso será contra o Sport, pela 25ª rodada do Brasileiro, domingo, às 19h, na Arena Corinthians. Aliás, o time terá dois jogos em casa seguidos – o outro será contra o Internacional (serão os primeiros de Jair como mandante à frente da equipe). O clube é o décimo na tabela de classificação, com 30 pontos (está a 11 do G-6, 14 do G-4 e a seis da zona de rebaixamento).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.