Tesouro Direto: Taxas tem forte queda nesta segunda com fim do primeiro turno

Taxas dos títulos públicos caem com cenário político favorável a Bolsonaro

0

As taxas do Tesouro Direto caíra nesta segunda-feira (08/10) em relação a última cotação, com o fim do primeiro turno das eleições para presidente neste domingo, as principais cotações dos títulos públicos tiveram forte queda.

O Tesouro IPCA 2035 que chegou a ser cotado em 6% no último mês, abriu em 5,47% nesta segunda (08/10), mesma cotação do Título com vencimento em 2045.

O título T. IPCA+ 2024 (NTNB Princ) setá com taxa fixa de 5,31%. O Tesouro Pré-fixado que chegou a pagar 9,87% em setembro, abriu nesta segunda cotado a 8,86%.

Os títulos públicos atrelados ao IPCA, pagam uma taxa fixa que pode variar ao longo do dia, mais a variação da inflação no período.

Taxas do Tesouro Direto desta segunda-feira, dia 08 de Outubro de 2018,

Confira as taxas atualizadas dos títulos indexados ao IPCA, Taxa Selic e Pré-fixados. O rendimento pode variar ao longo do dia, até o fechamento do mercado.

Taxas do Tesouro Direto

Taxas de rendimento dos títulos públicos em tempo real:


O Tesouro Direito abriu em alta nesta sexta-feira (14/09), os títulos públicos do Governo Federal sofreram alteração graças a instabilidade econômica a alta do dólar nos últimos dias.

O que é Tesouro Direto

O Tesouro IPCA 2035 e 2045 são investimentos em títulos públicos do Governo para aqueles que procuram rentabilidade alta no longo prazo, para levar até o vencimento, visando a aposentadoria.

O Tesouro Direto sãos títulos públicos negociado pelo Governo Federal. Qualquer cidadão pode comprar títulos a partir de R$30,00.

Os títulos são negociados pela corretoras e por bancos. O investidor pode escolher entre os papeis que se adequam a seu perfil, para curto, médio e longo prazo.

Os títulos do Tesouro Direto são considerados os mais seguros investimentos de renda fixa do mercado, superando a poupança. E graças ao seu rendimento, podem ter rentabilidade superior a caderneta.

Títulos Negociados

Indexados ao IPCA: Títulos que seguem a inflação do país no período, estes papeis pagam uma taxa mais o valor da inflação

Tesouro IPCA+ 2024 – Vencimento em 15/08/2024
Tesouro IPCA+ 2035 – Vencimento em 15/05/2035
Tesouro IPCA+ 2045 – Vencimento em 15/05/2045
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2026 – Vencimento em 15/08/2026
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2035 – Vencimento em 15/05/2035
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2050 – Vencimento em 15/08/2050

Prefixados: Títulos que seguem uma taxa fixa, pré determinada no momento da contratação. Estes papeis seguem a taxa contratada até o vencimento do título, independente de variação do mercado

Tesouro Prefixado 2021 – Vencimento em 01/01/2021
Tesouro Prefixado 2025 – Vencimento em 01/01/2025
Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2029 – Vencimento em 01/01/2029

Indexados à Taxa Selic: Títulos que seguem a taxa de juros do país no período

Tesouro Selic 2023 – Vencimento em 01/03/2023

Indicadores Financeiros

Meta 2018: 4%
Acumulada: 4,53%
Última atualização: 19-10-2018
Selic Meta: 6,5%
Selic Diária: 6,4%
Última atualização: 19-10-2018

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.