Nova onda de migração brasileira ao Japão é motivada pela crise e insegurança

0

A migração é uma realidade muito presente hoje em dia. Quanto menos as condições de vida se tornam favoráveis em algum lugar as pessoas tenderão a sair com mais facilidade deste espaço e procurar locais melhores para viver. Um dos principais problemas, que infelizmente é um assunto que podemos encontrar com facilidade no Brasil, é a falta de emprego e melhores condições de vida a pelo menos uma arte considerável da população.

Diante deste cenário muitas famílias estão agora saindo de suas casa e tendo que enfrentarem uma nova realidade em outros países, o Japão tem sido um dos mais escolhidos pelos brasileiros os últimos meses e por isso já se pode considerar que uma nova onde de migração brasileira ao Japão está instaurada.

Esta nova onda de migração se encontra mais motivada pela crise e insegurança financeira que as famílias brasileiras vem sofrendo ao longo dos últimos anos. Um país bem grande, mas que tem um mercado que não consegue alocar tantas pessoas em idade laboral.

E, mesmo que consiga em casos um emprego, a estabilidade financeira seria algo a nem se pensar, uma vez que a remuneração média real que os trabalhadores brasileiros recebem muitas das vezes se encontram defasadas e acabam apenas instigando o trabalhador a vender a sua força de trabalho e tempo pela necessidade, sem um retorno devidamente efetivo para isso.

De acordo com dados mis recentes (de 2016) os consulados japoneses no Brasil emitiram cerca de 11.506 vistos para descendentes, conjugues e dependentes, sendo um valor que chega a quase o triplo dos vistos emitidos no ano de 2014, apenas dois anos atrás.

Essa busca por melhores condições de vida está mais presente nas famílias que já conhecem o país ou que tem algum tipo de relação com o mesmo através da nacionalidade familiar. Isso todo facilita o processo de migração e cria os famosos dekasseguis, aqueles descendentes que imigram para o país a fim de conseguirem arranjar emprego.

A busca por melhores condições de vida

No entanto, não é somente a conquista de uma melhor vida na parte financeira da família que faz com que os brasileiros que tenham parentescos com a nacionalidade japonesa venham a querer sair do país e migrarem para o Japão. Outra coisa que faz com que eles se sintam bem motivados, em muitos casos, é a educação de suas crianças, que para alguns é vista no Brasil côo algo precário e muito difícil de ser conseguido de forma eficiente.

Para a paulistana Erica Yamabe, que agora está morando na cidade de Kariya, sair do Brasil traz o efeito de ter uma educação maior para a sua pequena.”Nós decidimos sair do Brasil pela questão da segurança e, principalmente, para dar uma educação melhor para nossa filha”, diz ela.

No Brasil ela pagava cerca de R$ 3 mil por mês para que as filha pudesse estudar em uma escola de tempo integral que poderia satisfazer em partes a educação que os pais sonhavam para a filha. Hoje em dia, a garotinha estuda em uma escola mantida pela prefeitura que só custa cerca de R$ 400,00 por mês, sendo este valor destinado para refeições, aulas das 8h às 18h e ainda lições de artes, natação e música.

Hoje a filha de Erica tem 7 anos e desfruta de um estudo com mais qualidade e bem mais acessível. Para Erica ganhar dinheiro não é o foco principal, e sim a educação de sua filha. Ela diz que”ganhar dinheiro vai ser uma consequência. Pra gente é muito positivo que ela esteja em contato com uma cultura que respeita os mais velhos, os professores, que pensa no outro.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.