Compras de fim de ano – Aprenda a não se enrolar

0

O fim de ano, é uma das épocas que as pessoas mais gastam dinheiro. Isso porque são presentes para comprar, ceias de natal para fazer, confraternizações nas empresas e entre outros.

Mas, começar o ano com as contas em dia, é um desafio para muita gente, pois as lojas e os comércios, bombardeiam o consumidor para gastar mais e mais, mesmo sem poder.

Planejamento financeiro

Não é porque aquela loja está toda em liquidação, que você precisa sair correndo para comprar. Atenha-se a um planejamento financeiro, onde você coloca as suas despesas fixas, variáveis e a reserva de emergência.

Feito isso, aproveite os pagamentos de décimo terceiro salário, ou rendas extras para colocar as contas em dia, e começar o ano realmente bem. Lembre-se que em janeiro, as contas de IPTU, condomínio (domicílio) aluguel, IPVA, licenciamento e seguro obrigatório do carro, não esperam.

Quem tem filhos, precisa pensar no início das aulas, em materiais escolares, uniforme, matrícula e mensalidade estudantil, e entre outros gastos, que precisam ser considerados.

Faça uma lista de itens que você, ou as pessoas da sua família (filhos, esposa ou marido), realmente estão precisando. Agora, faça as contas, pesquise sobre a loja mais barata e de boa qualidade, e vá as compras.

Se for dar presentes de natal, de amigo oculto ou de confraternizações empresariais, atente-se aos preços, e da real necessidade de comprar alguma coisa. Tente pagar sempre à vista, pedindo desconto e procure saber dos seus direitos.

Caso não dê para pagar tudo à vista, negocie as menores parcelas no cartão de crédito ou de débito, facilitando o pagamento delas nos meses seguintes.

Para as festas em família, considere a possibilidade de dividir as despesas, com cada um trazendo um prato diferente, assim não ficará pesado para ninguém, e todos ficarão reunidos e satisfeitos.

 

Viagens

Se a opção da família for viajar nas datas festivas, mais uma vez use o bom senso, e pesquise atentamente os locais para onde vocês querem ir, as despesas com hospedagens, passeios, alimentação, combustível, transporte público e demais imprevistos.

Ao contratar um pacote de viagem diretamente na agência, leia o contrato com atenção, tire as suas dúvidas com o agente de viagem, e assegure-se de que você terá respaldo da empresa, caso alguma emergência aconteça.

Para aqueles que já estão endividados, quitar o máximo de contas que conseguir, valorizando o seu nome limpo diante do mercado, é uma decisão importante e prudente.

Não adianta, alguém querer gastar dinheiro com presentes, e festas de fim de ano, se vai acabar endividado, frustrado, e tendo que trabalhar muito mais para quitar as suas contas. Resultado disso, será uma pessoa insatisfeita e infeliz, no meio de uma bola de neve de contas a pagar.

Ter equilíbrio financeiro, não significa que você nunca mais comprará as coisas de que gosta, apenas estabelecerá prioridades na sua vida, de onde e como se deve gastar o seu dinheiro, de forma consciente e segura sempre.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.