Concurso: Candidato morre após teste físico para PM-DF

Leonardo da Silva Oliveira, de 31 anos, passou mal durante a prova de corrida

0

Uma tragédia ocorreu durante o Teste de Aptidão Física (TAF) dentro do concurso público para a Polícia Militar no Distrito Federal (PM/DF). Leonardo da Silva Oliveira, de 31 anos, passou mal durante a prova de corrida e acabou falecendo na madruga desta quinta-feira, 20 de setembro. De acordo com relatos, o candidato sentiu fortes dores durante a prova de corrida, quando completava a quinta volta. Foi encaminhado ao Hospital Regional de Taguatinga, mas morreu no local.

Em vídeo filmado durante o ocorrido, no Sesi de Taguatinga, é possível ver os socorristas fazendo a massagem cardíaca no candidato antes do encaminhamento para o hospital. A etapa da corrida para os testes físicos da PM/DF foi feita após outras duas provas, de flexão abdominal e barra fixa, ambas finalizadas sem problemas por Leonardo. Depois dessa etapa, ainda há uma última, na qual é preciso nadar 50 metros em menos de 1 minuto.

A banca afirmou que dará continuidade ao concurso, sem rever os testes de aptidão física em questão.

O que dizem a organização e a PM

O Instituto Americano de Desenvolvimento, responsável pela organização do concurso, informou que aguarda mais informações sobre a causa da morte e enfatizou que todos os concorrentes apresentam um atestado médico indicando que estão aptos à realização do teste. Sobre a tragédia, o Iades acrescentou que tinha à disposição uma equipe preparada para atendimentos de urgência e forneceu toda a assistência necessária.

Ainda de acordo com a nota, o instituto pontua que os testes são necessários para avaliar a aptidão física do candidato para as exigências da ocupação, tanto para o curso de Formação de Praças quanto para as atividades policiais propriamente ditas. Além disso, a avaliação segue a orientação prevista em lei, de não realizar testes físicos entre 11h e 15h.

A Polícia Militar também se solidarizou com a família, reafirmando que todas as orientações foram seguidas à risca – da documentação de aptidão para os testes até os momentos em que o candidato precisou ser socorrido.

Entenda melhor o TAF

O Teste de Aptidão Física é usual em concursos para a Polícia Militar, porém, pode ter características específicas a depender do certame. Também há diferenciação por sexo, com avaliações que variam na intensidade. No caso do concurso para a PM/DF, os exercícios para o sexo masculino incluem 4 etapas, iniciando com barra fixa (no mínimo 6 flexões), passando pela flexão abdominal tipo remador (mínimo de 35 repetições), seguida do teste de corrida no qual Leonardo faleceu (12 minutos, mínimo de 2.4m) e finalizando com o teste de natação (50m em até 1 minuto).

Para as mulheres, o TAF é composto por teste estático de barra (com tempo de suspensão de 15 segundos), flexão abdominal tipo remador (mínimo de 28 repetições), teste de corrida (2.2m em até 12 minutos) e teste de natação (50m em até 1.10 minuto).

Concursos para Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal, entre outros, também exigem o TAF nas etapas de seleção.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.